Heloísa confronta Alckmin e critica FHC

A candidata do PSOL à Presidência, Heloísa Helena, protagonizou o único embate entre os candidatos que parcitiparam do debate na TV Globo, na noite desta quinta-feira. Ela abriu o terceiro bloco do debate com o tema energia e escolheu o candidato tucano, Geraldo Alckmin, para responder.Ela começou criticando a política na área de energia dos governos de Fernando Henrique e Lula. "São necessários investimentos em outros componentes de matriz energética. No governo FHC, teve apagão e Lula não viabilizou os recursos para a área", disse.Alckmin ironizou as críticas da candidata do PSOL por estar olhando para o passado: "Estamos discutindo o futuro, quem pode fazer mais pelo Brasil nos próximos quatro anos". Para ele, o Brasil é muito dependente das hidrelétricas."70% das águas das hidrelétricas vêm do Sudeste e não tem chovido o necessário. E as termelétricas não estão em funcionamento porque não tem gás", avaliou o tucano, lembrando o caso da Bolívia.Heloísa Helena continuou insistindo nas críticas ao governo de FHC que, segundo ela, implantou "uma desordem legal e institucional com o processo de privatizações, que prometia resolver os problemas do País e não resolveu.Ela também insistiu no discurso de que, uma vez eleita, mudará a política econômica, investindo o "dinheiro que é desviado com o superávit para encher a pança dos banqueiros". Sobre a questão energética, a proposta de Heloísa também é diversificar as matrizes.

Agencia Estado,

28 de setembro de 2006 | 23h48

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.