Heloísa Helena critica PSDB e PFL por terem poupado Lula

A candidata do PSOL à Presidência da República, senadora Heloísa Helena (AL), criticou o PSDB e PFL por terem poupado o presidente e candidato à reeleição pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva, na tarde desta sexta-feira, 25, durante sabatina realizada no Grupo Estado. Segundo ela, as duas legendas pouparam Lula e não fizeram as críticas que deveriam ser feitas. Por isso, o presidente continua registrando os elevados índices de aprovação, como mostram as pesquisas de intenção de voto.A senadora arrancou risos da platéia ao dizer que é a única capaz de derrotar Lula no segundo turno, porque o adversário da coligação PSDB-PFL, Geraldo Alckmin, é muito gentil. "Sobrou pra mim porque será (num eventual segundo turno) o cinismo do Lula contra a gentileza do Alckmin."Ainda na análise da alta popularidade de Lula, classificada por ela de intuitiva, sob alegação de que seu partido não tem recursos para contratar pesquisa qualitativa, Heloisa Helena disse que o presidente utiliza a máquina pública, realiza articulações regionais feitas muitas vezes em "balcões de coisa suja" e esteve em "campanha" por cerca de três anos.Apesar da afirmação de que PSDB e PFL pouparam o presidente Lula, ela concordou com a avaliação de dirigentes tucanos e pefelistas de que não havia clima para pedir o impeachment do presidente, mesmo no auge dos escândalos. Mas acredita que essas legendas de oposição deveriam ter sido mais contundentes nas críticas. Outro fator, na sua avaliação, foi que o presidente Lula "foi quem melhor se apropriou, do ponto de vista eleitoreiro, da pobreza de pais e mães, sobretudo do Nordeste".Ela disse, também, que o programa Bolsa Família tem muita influência na avaliação que a população faz do governo petista. E criticou "os moleques de recado, os ministros preguiçosos e inconseqüentes" que falaram que ela iria acabar com este programa. Na entrevista, a senadora disse que o governo do presidente Lula concede, além do Bolsa Família, o "bolsa banqueiro", numa referência aos lucros registrados pelas instituições financeiras, que ela considerou exagerados.Questionada sobre o entendimento nacional que o presidente Lula vem pregando, com vistas a garantir a governabilidade de seu eventual segundo mandato, Heloísa Helena disse que é "tudo conversa fiada". E arrancou mais risos da platéia que assiste à sabatina no auditório do Grupo Estado, ao dizer que "Lula vive no País das Maravilhas, só falta aparecer a Alice e o coelho".Ainda nas críticas ao presidente Lula, A candidata do PSOL disse que ele não foi capaz de coordenar um pacto de segurança pública. "A segurança pública não é só um problema de São Paulo, mas de todo o Brasil", emendou. Ela estendeu as críticas aos tucanos, alegando que em 12 anos no poder em São Paulo, eles não conseguiram resolver problemas básicos deste setor, como o piso dos policiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.