Heloísa Helena participa da Parada Gay no Rio

A candidata do PSOL à Presidência, senadora Heloísa Helena (AL), participou da 11ª Parada do Orgulho GLBT - Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros, na Praia de Copacabana. Ela disse que a intolerância, o preconceito e homofobia são inaceitáveis. "Se duas pessoas do mesmo sexo constroem uma casa juntas, não é justo nem ético que, na morte de uma delas, a outra não possa ter para si a sua propriedade. Legalizar isso é algo essencial", afirmou Heloísa."Hoje é fácil botar a cara, pois é ano de eleição. Quero ver é no ano que vem aprovar projetos favoráveis a nós, como a união civil e a criminalização da violência contra homossexuais", disse a presidente do Grupo Arco Íris, Jussara Bernardes, sobre o presença da candidata.Ela voltou a negar que tenha mantido contato com o ex-pré-candidato do PMDB, Anthony Garotinho (RJ), que declarou que votará nela. "Não tem aliança, não tem apoio. Ele nunca conversou comigo, nem eu com ele. Fora disso, é viagem interplanetária", disse. "Agora, quem quiser que volte a ditadura, onde as pessoas não podem sequer expressar o seu voto, não conte comigo".Heloísa não quis comentar a pesquisa Ibope que a colocou em segundo lugar no Estado do Rio, com 19% (com 39% para o primeiro colocado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e 17% para o terceiro, Geraldo Alckmin, do PSDB), mas demonstrou contentamento com o resultado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.