Heloisa Helena participa de cavalgada no sertão alagoano

A senadora Heloisa Helena, candidata a Presidência da República pelo PSOL, fez campanha neste domingo no município de Delmiro Gouveia, no sertão alagoano, a 327 quilômetros de Maceió. No final da manhã, ela almoçou na casa de amigos e conversou com lideranças política da região. No início da tarde, usando chapéu de couro e montando a cavalo, Heloísa participou de uma cavalgada pela ruas de Delmiro, com cerca de 500 cavaleiros. Em seguida, a senadora seguiu, em caravana, para a fazenda Bom Sossego, nos arredores da cidade de Delmiro Gouveia, onde participou da tradicional Missa do Vaqueiro, numa homenagem ao "Rei do Baião", Luiz Gonzaga. "Eu sou uma garota sertaneja, por isso me sinto a vontade no meio desse povo forte e lutador", afirmou a candidata do PSOL, de cima do cavalo. "A minha missão é trabalhar por esse povo, seja aonde for", completou.Heloisa disse ainda que os assessores de Lula fizeram uma aposta para derrotá-la em Alagoas, onde a senadora aparece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, na frente do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin. "Eu soube dessa aposta, mas como a minha campanha está indo bem no Nordeste, eles vão ter que gastar muito dinheiro, fazer muita negociata para tentar me derrotar na minha terra", afirmou Heloísa, satisfeita com seu desempenho nas pesquisas.A candidata do PSOL aparece em segundo lugar em duas pesquisas deixando o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), para trás em Alagoas e no Rio de Janeiro. A primeira pesquisa foi realizada pelo Instituto Sensus (MG) e avaliou as intenções de voto dos eleitores alagoanos. O presidente Lula (PT) segue na frente com 46, 2% em Alagoas. Logo atrás, está a senadora Heloísa Helena - natural de Pão de Açúcar (AL) - com mais de 25% das intenções de voto. Nas eleições deste ano, o candidato do PT leva vantagem pois conta com o apoio de petistas e peemedebistas, como o senador Renan Calheiros (PMDB). Em sua terra natal, Heloísa Helena possui uma enorme vantagem em relação a Alckmin, que atingiu apenas 9% das intenções de voto. A senadora estará nesta segunda-feira em Palmeira dos Índios, onde realiza caminhada. Ela brilha também no Rio de Janeiro - conforme o instituto JB/Sensus - e segue na segunda colocação. De acordo com a pesquisa divulgada neste domingo, Lula - entre os cariocas - lidera com 34,5%. No entanto, a senadora atingiu 17,6%. Alckmin aparece em terceiro, com 15,8%. Como a margem de erro é de 3% para mais ou para menos, o resultado é considerado um empate técnico. Os resultados por unidade federativa mostram o que vêm ressaltando as pesquisas nacionais. A cada nova consulta popular Heloisa Helena vem demonstrando crescimento. Na última realizada, aparece na terceira colocação com 9% das intenções de voto. A presidenciável diz que sua vitória "não trará pânico para o Brasil" e que o PSOL possui um conteúdo programático que prevê a baixa dos juros e a solidificação da economia, sem oferecer perigo, mas também sem se submeter às vontades do capitalismo especulativo. Pelo menos, este foi o discurso adotado pela senadora nas últimas entrevistas dadas a imprensa nacional. No Rio de Janeiro, os demais candidatos somam pouco mais de 4%, repetindo a média nacional. Os indecisos, brancos e nulos estão dentro da mesma tendência: 27,2%. Número que pode fazer a diferença quando começar o programa eleitoral. A pesquisa, realizada entre os dias 1º e 3 de agosto, ouviu mil pessoas no Estado. A margem de erro é de três pontos percentuais. O levantamento foi registrado com o número 50195/2006 no TRE-RJ.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.