Herança de Quércia em jogo no PMDB

Enquanto Gilberto Kassab faz seus cálculos, grupos do PMDB paulista já brigam por seu controle, deixado vago com a morte de Orestes Quércia. Um dos interessados é Baleia Rossi, apadrinhado de Michel Temer. Outro é Jorge Caruso, presidente em exercício, do grupo quercista. A expectativa é de que Caruso convoque nova eleição para fevereiro. Prefeitos quercistas já avisam que deixarão o partido se aliados de Temer vencerem.

Gustavo Porto, O Estado de S.Paulo

28 de dezembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.