Hidroavião com secretário do AM deixa 1 morto e 3 feridos

Francisco Sá Cavalcante, secretário de Segurança Pública do Estado, ficou ferido; piloto morreu na hora

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

07 de dezembro de 2008 | 13h22

Um hidroavião caiu neste domingo, 7, pouco depois de decolar no bairro Tarumã, na capital amazonense. Segundo o Corpo de Bombeiros, o piloto Antônio Alberto Machado Cavalcante, de 41 anos, morreu na hora. Também estavam na aeronave o secretário de Segurança Pública do Estado, Francisco Sá Cavalcante, o coronel Francisco das Chagas e o aluno da PM Coutinho Soares. Feridos, eles foram levados ao pronto-socorro 28 de Agosto.   O acidente ocorreu entre 7h20 e 7h30 do horário local (2 horas a menos em relação ao de Brasília). Segundo os bombeiros, o hidroavião, de prefixo PT-OMN, partiu da marina Tauá e, em seguida, bateu em árvores e caiu próximo ao Rio Negro.   Chagas ficou com uma das pernas presas nas ferragens e foi retirado do hidroavião pelos bombeiros. O 7º Serviço Regional de Prevenção de Acidentes, da Aeronáutica, esteve no local da queda e vai apurar as causas do acidente.   

Tudo o que sabemos sobre:
hidroavãoamazonasmanaus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.