Homem ateia fogo em mãe e irmã no interior de SP

O cortador de cana-de-açúcar Danilo Morato Pego, 21 anos, foi preso acusado de tentativa de homicídio depois de colocar fogo na mãe e na irmã dentro da própria casa, em Américo Brasiliense, na região de Araraquara, a 275 quilômetros de São Paulo. Na madrugada desta segunda-feira, 20, ele tentou ferir a namorada, mas deixou a mãe, Silvana Cristina Morato, 38 anos, e a estudante Tauana Cristina Morato, 12, queimadas. Elas foram medicadas e já foram liberadas.A briga com a namorada, a doméstica Mariana da Silva Oliveira, 27, começou depois que os dois foram visitar alguns amigos em um assentamento, na zona rural. Lá, o casal teria bebido e brigado. Durante a discussão, o cortador de cana acelerou uma moto e caiu. Ao voltarem para a casa, ele agrediu fisicamente a namorada, que se escondeu ao lado da mãe do rapaz. Ela reclamava do fato dele ter danificado a moto em que ela custeia o combustível.Danilo ficou nervoso e arrancou a mangueira do chuveiro e extraiu a gasolina do tanque da moto. Segundo um vizinho, ele deixou o combustível em um balde e jogou por cima da namorada. O problema é que a gasolina caiu sobre a mãe e a irmã. Ele acendeu o isqueiro para queimar a namorada, mas o fogo chegou primeiro na mãe e, depois, na irmã. A namorada não ficou ferida. Silvana teve queimaduras no braço esquerdo e Tauana, nas costas, perna e em parte do seu cabelo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.