Homem cai do 7º andar, 'mergulha' em piscina e não se fere

'Vivi de novo', diz servente que caiu após se desequilibrar de andaime em cidade a 20 km de Brasília

23 de novembro de 2007 | 11h31

O servente Railon Rufino, de 39 anos, escapou da morte na tarde de quinta-feira, 22, depois de cair do 7º andar de um prédio em Águas Claras, cidade a 20 km de Brasília. Rufino, que não sabe nadar, caiu em uma piscina depois de ter se desequilibrado de um andaime, segundo informações da Rede Globo. "Só lembro da hora que eu estava caindo. Eu achava que ia morrer. Aí, graças a Deus, caí dentro da piscina cheia de água. Por causa disso estou aqui pra contar a história", afirma Railon. Rufino fazia o acabamento das pastilhas na lateral de um edifício quando o andaime balançou por causa de um forte vento. Ele escorregou, atravessou uma proteção que havia embaixo do andaime e caiu de uma altura de sete andares (aproximadamente 20 m).  Ele diz que não sabe nadar muito bem, mas que a piscina não era funda. O servente foi levado por bombeiros para o Hospital Regional de Taguatinga. Railon não quebrou nenhum osso nem teve que ser internado. Ficou apenas por algumas horas em observação. "Eu vivi de novo", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
quedaandaime

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.