Homem cai em cisterna e fica 37 dias sem comer na Bahia

O motorista Ailton Souza sobreviveu 37 dias, sem se alimentar, numa cisterna de mais de 20 metros de profundidade, na zona rural do município de Santa Cruz Cabrália, a 729 quilômetros de Salvador.Ele foi encontrado ontem pelo vaqueiro Émerson Rocha que passava próximo ao local com um amigo e ouviu os pedidos desocorro quase sussurrados de Souza, resgatado extremamentedebilitado, 40 quilos mais magro e desidratado. "Eu pensei que a voz vinha do mato e de alguém que estava fazendo alguma brincadeira", disse Rocha. Depois de muita insistência do motorista, o vaqueiro encontrou a aberturada cisterna, que estava completamente escondida pela vegetaçãorasteira.Silva não percebeu o buraco e acabou caindo na cisterna há quase 40 dias "Sempre acreditei que Deus iria me ajudar", disse hoje pouco antes de receber alta do hospital regional, onde ficou em observação. Ele contou ter ficado 37 dias sem se alimentar, apenas bebendo a água da chuva que caía na cisterna. "No início eu levantava a cabeça e colocava a boca na corrente de água da chuva, mas depois, quando fui perdendo as forças, pegava água com as mãos em concha", explicou.

Agencia Estado,

05 de novembro de 2002 | 15h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.