Divulgação
Divulgação

Homem confessa maus-tratos contra cão em Santa Catarina

Após investigações, inclusive com filmagens, polícia flagrou o rapaz agredindo a cadela raça Boxer, de 1 ano de 3 meses de idade

Solange Spigliatti, Central de Notícias,

24 de dezembro de 2011 | 14h52

A Policia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Rio Negrinho, em Santa Catarina, concluiu esta semana um caso de maus-tratos a animais, ocorrido no bairro Alegre, após denúncia anônima. O acusado confessou o crime.

De acordo com a polícia, uma denúncia foi encaminhada contendo fotografia, na qual era possível ver uma cadela, da raça Boxer, sendo estrangulada pela coleira por uma pessoa de sexo masculino. As denúncias também davam conta que os maus-tratos eram constantes.

O animal, que pertence à companheira do acusado, era constantemente agredido quando a dona não estava em casa. Além de agressões físicas, o agressor também costumava jogar "bombinhas" em direção à cadela, para causar medo no animal.

Após investigações, inclusive com filmagens do local, a polícia flagrou o rapaz agredindo a cadela de 1 ano de 3 meses de idade. Nas filmagens, é possível notar que a cadela, acuada, tenta esconder-se na casinha com medo do agressor. Após gritos, o acusado puxa agressivamente o animal pela coleira e, em seguida, dá um chute.

O suspeito foi intimado a comparecer à Delegacia de Polícia, onde acabou confessando a agressão. Foi elaborado termo circunstanciado contra o agressor pelo crime de meus tratos, cuja pena prevista é de detenção de 3 meses a 1 ano, além da multa. As filmagens e fotografia foram juntadas no processo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.