Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Em Mariana, 'homem da roça' tenta retomar a vida na cidade

Francisco de Paula Felipe, de 47 anos, trabalhava em uma fazenda de eucaliptos e agora está desempregado

Bruno Ribeiro e Márcio Fernandes, O Estado de S.Paulo

31 Outubro 2016 | 03h00

MARIANA - Francisco de Paula Felipe, de 47 anos, sabe de cor todas as etapas das reuniões e audiências ocorridas até aqui entre moradores e Samarco para a definição das obras do novo Bento Rodrigues. “Estamos esperando”, diz Felipe, que em Bento trabalhava em uma fazenda de eucaliptos e, agora em Mariana, está desempregado.

Na casa ampla alugada pela empresa, ele vive com as duas filhas e a mulher, Marly, que perdeu a mãe no acidente. “Ela continua indo no psicólogo, porque sente muito a falta da mãe. Teria sido aniversário dela no mês passado, e foi muito difícil”, conta.

A ausência da matriarca é acompanhada de outras coisas que faltam na vida na cidade. A antiga casa tinha frutas, verduras, temperos. “Aqui você tem muito mais gastos. Você precisa comprar tudo. Eu tive de comprar limão outro dia, você acredita? Nunca tinha comprado limão na vida. Se não tinha na minha casa, na da minha mãe sempre tinha.”

Em um pequeno jardim entre o portão de ferro e a parede da nova casa cresce uma pequena horta com cebolinha e outras mudas.

Adaptação. O homem da roça se mostra, por outro lado, reconfortado com a amizade dos vizinhos. Ao se despedir da reportagem, já na porta de casa, ele para e cumprimenta vários deles. “Tem tido muito problema, discriminação, essas coisas. Mas aqui na rua me tratam bem”, afirma. Felipe, no entanto, não hesita em dizer que quer, logo, uma casa que seja dele de novo, em uma vida mais perto da roça.

Uma das coisas boas que fez na cidade com o tempo livre foi aprender a dirigir. “Era um sonho, guiar um carro”, conta, já sorrindo. “Agora, quem sabe, posso ser também motorista.” 

Mais conteúdo sobre:
Samarco Bento Rodrigues Felipe Mariana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.