Homem de 60 anos é acusado de molestar criança

O aposentado Carlos Almeida Castro Neto, de 60 anos, foi preso nesta manhã, acusado de abuso sexual contra uma menina de 7 anos que havia trazido de Marília (SP) há dois dias. A polícia militar entrou no caso por volta das 9h00 de hoje, quando a criança foi encontrada, andando sem rumo pelo terminal rodoviário de Bauru, e disse aos policiais que se encontrava na cidade há dois dias, trazida por um homem que chama de "tio". Revelou que o ?tio? a manteve em casa, pedindo-lhe carícias, permanecendo só de cueca e insistindo em vê-la tomando banho. Levados à casa, os policiais ali encontraram o homem, que mora sozinho, e apreenderam material pornográfico e fitas de vídeo onde aparecem mulheres e crianças em situações eróticas. Carlos Almeida de Castro Neto disse que não se lembra de ter molestado a criança e que, ultimamente, está com a memória ruim. Falou apenas que encontrou a menina no terminal rodoviário de Marília e a trouxe a Bauru, com o intuito de ajudá-la.A criança, que contou à polícia pormenores do que lhe aconteceu nos dias em que esteve com o homem, foi levada para exame no Instituto Médico Legal e o aposentado, conduzido à Delegacia de Defesa da Mulher, onde deverá responder a inquérito. A mãe da menina chegou a Bauru ainda hoje, e deverá prestar esclarecimentos. Na terça-feira ela havia prestado queixa à polícia de sua cidade sobre o desaparecimento da filha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.