Homem de 60 anos morre após soterramento em obra

Um homem morreu e dois ficaram feridos durante um soterramento, no final da manhã desta sexta-feira, no estacionamento do Colégio Municipal Champagnat, no centro de Franca, na região de Ribeirão Preto. Eles trabalhavam na abertura de uma valeta de galeria pluvial, a uma profundidade de cerca de 3 metros, quando ocorreu o desmoronamento do barranco. Aristeu Vicente da Rocha, de 60 anos, ficou soterrado até o pescoço e foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu na Santa Casa. Um ficou com terra até o tórax e foi internado. O terceiro ficou com terra até o joelho e conseguiu sair logo em seguida, com a ajuda de outros colegas de trabalho. Para o Corpo de Bombeiros não havia proteção de segurança no local do serviço, como escoramento de madeira, que poderia evitar a tragédia. A obra é da prefeitura e está sendo executada por uma empresa terceirizada

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.