Homem desaparece após ser arrastado por ondas no Rio

Ondas de até 2,5 metros arrastaram nesta segunda-feira, 31, um homem que caminhava nas pedras do costão do Mirante do Leblon, na orla da zona sul do Rio, de acordo com o Corpo de Bombeiros. Segundo testemunhas, o homem foi arrastado por volta das 11h30. Os bombeiros fizeram buscas durante toda a tarde, com a ajuda de um helicóptero da Polícia Civil, mas ele ainda não foi localizado. O coronel Marcos Silva, chefe do Estado-Maior do Corpo de Bombeiros disse que a operação de resgate não será interrompida à noite. O mar continuava agitado. "Quando uma onda mais forte leva, não tem jeito. Andar nas pedras com esse tempo é um risco muito grande. A gente sempre aconselha a não ficar nos costões."O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que o tempo na terça-feira permanecerá nublado. Há a possibilidade de chuvas leves e isoladas. A máxima de segunda, 31, foi de 20,1 graus na Praça Mauá e a mínima, de 13,5 graus, no Alto da Boa Vista. A previsão para terça é de temperatura estável, de 13 a 23 graus.Na semana passada, uma pessoa morreu na Pedra do Roncador, na zona oeste da cidade, em circunstâncias parecidas. A Defesa Civil Estadual alertou para o risco de ondas de até 3 metros em alguns pontos da orla.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.