Homem é assassinado em briga de trânsito

O funcionário da Ferroban em Jundiaí, Robson Antônio Portilho, de 39 anos, morreu assassinado ontem na frente do filho de 9 anos, depois de uma briga de trânsito ocorrida no Jardim Fepasa, próximo ao Maxi Shopping. Um motoqueiro bateu no Monza guiado por Robson, que era operador de máquinas da Ferroban e havia levado um amigo até o bairro, para convocar outro para um serviço. Ao tirar satisfações com o motoqueiro, ele foi alvejado com vários tiros de revólver. A polícia da cidade procura o assassino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.