Homem é condenado a 11 anos de prisão por acidente que matou três pessoas

A justiça baiana condenou a 11 anos de detenção o técnico em informática Bernardo Nascimento por homicídio culposo (sem intenção) de três mulheres, em um acidente de trânsito no réveillon de 2003.O acidente aconteceu na Avenida Paralela, uma das mais movimentadas de Salvador, na madrugada do dia primeiro de janeiro, quando Nascimento dirigia em alta velocidade e bateu em um automóvel tipo Fiesta, onde viajavam as vítimas.A polícia apurou que o acusado estava embriagado quando atingiu a velocidade de cerca de 160 quilômetros por hora no sentido Aeroporto-Rodoviária, o dobro do máximo permitido. Ao tentar ultrapassar o Fiesta, o Golf que dirigia acabou colidindo e provocando a morte da paulista Daniela Brandão e das amigas Flaviana Santos e Germânia dos Anjos.O juiz da 1ª Vara Criminal de acidentes de veículo de Salvador, Roberto Santos, que proferiu a sentença, considera a punição exemplar para evitar que outros motoristas embriagados continuem matando nas pistas, como ocorre com freqüência, apesar das leis de trânsito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.