AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Homem é morto por engano na zona leste de SP

O feirante Sidney de Souza Xavier, 33, foi baleado na noite de ontem na frente da esposa e das filhas e morreu ao ser socorrido no pronto-socorro do Tatuapé, zona leste de São Paulo. Sidney estava com o ex-detento Jocélio Marques dos Santos, 37, que também foi baleado e, segundo a polícia, era o principal alvo dos disparos. Jocélio, Sidney e sua esposa, Claudete Silva Ferreira, 30, e as filhas do casal, Joana, 14, e Mileide, 5, haviam acabado de sair de uma festa junina no Sport Club Corinthians Paulista, e tiveram de parar o veículo, um Golf preto, placas BVY 9922-SP, na Praça Antonio Chiarella, na Avenida Governador Carvalho Pinto, na Penha, pois um dos pneus do carro estava murcho.Ao sair do Golf, junto com Jocélio, para examinar as condições do pneu, Sidney foi abordado por dois homens, que ocupavam uma moto Honda CG-125. A dupla se aproximou do veículo, atirou várias vezes e depois fugiu. Mesmo socorrido no pronto-socorro do Tatuapé por uma mulher que parou seu carro para levar os feridos para o hospital, Sidney morreu. Jocélio, que havia acabado de sair da prisão após cumprir 11 anos de reclusão por homicídio, continua internado.A polícia acredita que o alvo dos atiradores era, na verdade, o ex-detento, e que o vazamento do pneu tenha sido provocado pelos bandidos minutos antes da família sair da festa junina. O caso foi registrado no 10.º Distrito Policial, da Penha. Ainda não há pistas sobre os atiradores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.