Homem é preso após invadir escola e agredir funcionários e alunos

Segundo a PM, o homem, que foi preso em flagrante, estava 'fora de suas condições normais' e com indícios de estar sob efeito de álcool

O Estado de S. Paulo

06 de abril de 2015 | 22h35

BRASÍLIA - A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu na tarde desta segunda-feira, 6, um homem que invadiu o Centro de Ensino Fundamental 1 da Cidade Estrutural, nos arredores de Brasília, e agrediu 11 pessoas - um vigilante, duas professoras e oito alunos. De acordo com informações da Polícia Militar, o homem, que foi preso em flagrante, estava "fora de suas condições normais" e com indícios de estar sob efeito de álcool.

De acordo com informações da Comunicação Social da PMDF, o homem entrou na escola no fim da tarde após agredir com uma cadeira o segurança que tentava impedir a entrada do invasor. A PM confirmou que o agressor cumpria prisão domiciliar pelo crime de roubo e tem várias passagens pela polícia, por ter cometido crimes como lesão corporal, tráfico de drogas, roubo e furto. 

A PM foi acionada pelo Batalhão Escolar e levou o homem para a 1ª Delegacia de Polícia do DF, a central de flagrante da Asa Sul. Ele ficará detido até que seja julgado seu caso. Por já estar cumprindo pena, o agressor deve ter regressão de regime, ou seja, voltar para o regime fechado para cumprir o restante da pena. Além disso, ele poderá ter a pena acrescida pela prática de outros crimes como lesão corporal e até de tentativa de homicídio. 

As vítimas foram encaminhadas para atendimento médico, segundo a PM, mas não sofreram lesões graves e foram liberadas. O caso será investigado agora pela Polícia Civil, que apura os motivos pelos quais o homem cometeu a agressão.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.