Homem é preso em Florianópolis acusado de abusar do filho-neto

Condenado a oito anos e nove meses por estupro e atentado violento ao pudor, João Pedro Machado da Silva, de 61 anos, foi preso na manhã de quarta-feira por abusar sexualmente de seu filho-neto. Silva voltou para a prisão após denúncia feita pela diretora de uma creche frequentada pelo seu menino. O garoto, de 6 anos, denunciou o pai-avô à diretora e atualmente está morando em um abrigo em Florianópolis. Foi a diretora da creche quem procurou o Conselho Tutelar para pedir providências.Em 2003, ele estuprou e engravidou a filha deficiente mental, de 33 anos, que morreu de câncer há duas semanas. O Tribunal de Justiça de Santa Catarina o condenou por oito anos e nove meses, porém Silva se mantinha em liberdade beneficiado por um recurso. O TJ, recentemente, confirmou a condenação e deu-se nova busca ao criminoso, com a agravante da denúncia feita pela criança.Segundo a polícia, os parentes do menino sabiam que ele era abusado sexualmente, mas nunca denunciaram o aposentado. Ainda conforme a polícia, as outras duas netas que moravam com ele, no bairro Serrinha, não foram abusadas. O garoto foi atendido por psicólogos e foi submetido a exames clínicos que comprovaram o abuso. A família ainda não demonstrou preocupação em retirar a criança do abrigo. Conforme informações da 6ª Delegacia de Polícia de Florianópolis, "eles estão mais preocupados em dar assistência ao pai preso".Silva está, provisoriamente, detido num dos centros de triagem de Florianópolis com mais 16 condenados por crimes da mesma natureza. Ele aguarda decisão judicial para ser encaminhado para a penitenciária de São Pedro de Alcântara, considerada de segurança máxima, na Grande Florianópolis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.