Homem é preso por manter mãe e avó como reféns

O escultor Flavio Campos Villanova, de 26 anos, foi preso depois de manter a mãe, Lourdes, e a avó reféns durante toda a manhã deste domingo, num apartamento na Tijuca, na zona norte do Rio. Ele se entregou à polícia, que cercava o prédio, depois que uma amiga de infância, que não quis se identificar, intermediou as negociações.Às 6h, o rapaz teve um surto, sem motivo aparente, e espancou a mãe com uma escultura, ferindo-a na cabeça. A empregada da família conseguiu escapar pela janela e chamar a polícia. A avó nada sofreu, mas também foi mantida refém. Em seguida, Villanova ligou para a amiga de infância e contou o que tinha acontecido.Segundo o pai dessa amiga, Luiz Lima, vice-presidente da Associação de Psiquiatras do Rio, Villanova sempre foi uma pessoa normal, "doce e tranqüila". Após se entregar, ele foi levado para o Centro Psiquiátrico do Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.