Homem embriagado atropela e mata adolescentes

O auxiliar de maquinista Renilson de Jesus Barros Luiz, de 20 anos, é acusado pelo atropelamento e morte dos adolescentes Roseli dos Santos Oliveira, de 15 anos, e Emerson Lucindo da Silva, de 14, hoje de madrugada, em Iperó, a 130 quilômetros de São Paulo. Segundo a polícia, Renilson dirigia seu carro, um Opala ano 80, em ?estado agudo de embriaguez?. Ele teria fugido sem prestar socorro às vítimas e, ao ser detido, já em casa, disse que havia colidido com um poste. Os adolescentes caminhavam pela Avenida Brasil, na Vila Santo Antônio, quando foram atingidos, por trás, pelo veículo dirigido por Renilson. Eles foram jogados a vários metros de distância. Moradores chamaram a polícia. As vítimas, com várias fraturas, foram levadas para um pronto-socorro local, mas não resistiram. Com base nas informações de testemunhas, policiais militares localizaram Renilson, já em sua casa. Como aparentava estar bêbado, Renilson também foi levado para o pronto-socorro. Os médicos atestaram o estado de embriaguez aguda através de exame clínico. O auxiliar de maquinista não se lembrava de ter atropelado os dois adolescentes. Ele achava que tinha batido em um poste. O carro foi apreendido para a realização de perícia. Renilson foi indiciado por duplo homicídio culposo pelo delegado João Geraldo Galdino. Como não foi preso em flagrante, o auxiliar de maquinista vai responder ao inquérito em liberdade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.