Homem fingia ser estagiário de medicina para abusar de mulheres em Cuiabá

Suspeito dizia que família havia sido contemplada com exames médicos para entrar nas casas

Gheisa Lessa, estadão.com.br

26 Abril 2012 | 12h04

SÃO PAULO, 26 - Um homem foi preso em flagrante na tarde da última quarta-feira, 25, acusado de fingir ser um profissional da saúde e abusar sexualmente de moradoras dos bairros 1º de Março e João Bosco Pinheiro, na zona norte de Cuiabá, Mato Grosso.

A Polícia Civil do Estado afirma que José Sérgio de Moura Leite Vieira Junior, de 31 anos e conhecido como Serginho, dizia ser estagiário do curso de Medicina da Universidade Federal do Mato Grosso para entrar na casa das vítimas.

O homem usava o pretexto de que a família havia sido contemplada com exames médicos e entrava nas residências. A Polícia Civil afirma que, até o momento, foram registrados 4 denúncias contra o suspeito.

A prisão de Serginho aconteceu quando uma das mulheres abusadas contou ao marido sobre a visita, que realizou a denúncia. O suspeito foi encontrado por policiais andando pelas ruas do bairro e detido em flagrante.

Segundo o boletim, José Sérgio de Moura Leite Vieira Junior é morador do bairro Santa Amália, em Cuiabá, e atua como corretor de imóveis autônomo. As investigações serão conduzidas pela Delegacia da Mulher de Cuiabá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.