Homem incendeia casa e mantém filho refém

Um homem de nome Adaílton mantém, há 10 horas, o filho de quatro anos refém em Guarulhos, na Grande São Paulo. Ele incendiou a casa, na Rua São Miguel dos Campos, na Vila Barros, deixando a mulher, Andréia, com 90% do corpo queimado - ela havia pedido a separação. Em seguida, Adaílton tomou o filho como refém e ainda o mantém sob ameaça de um revólver. A esposa de Adaílton está internada em estado grave no Hospital Geral de Guarulhos. Segundo a Polícia Militar, o caso teve início por volta da 1 hora desta sexta-feira e o homem já apresenta sinais de cansaço e sonolência. As informações dão conta ainda de que ele está desempregado há um ano e que o desespero pela situação o motivou a praticar os atos de violência. A área toda foi isolada até porque o homem está com um revólver em seu poder. Somente policiais militares e soldados do Grupo de Ações Táticas da PM (Gate) estão no local tentando a rendição do homem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.