Homem mantém filha de 1 ano refém por 9 horas em Samambaia, no DF

De acordo com a Polícia Militar, pai da criança aparentava estar sob efeito de drogas

Gheisa Lessa - Central de Notícias,

29 Maio 2012 | 13h00

São Paulo, 29 - Continua a negociação para que o pai solte a filha de 1 ano e seis meses que está mantida em cárcere privado por mais de nove horas no município de Samambaia, no Distrito Federal, a 25 km de Brasília, nesta terça-feira, 29. De acordo com agentes da Polícia Militar que estão no local, a situação continua complicada, mas as negociações estão progredindo.

O homem que não foi identificado pela Polícia Militar mantém a filha refém desde às 7h da manhã desta terça, horário no qual a polícia foi acionada. Segundo agentes da PM, o homem aparenta estar sob o efeito de drogas.

Cerca de 50 policiais fazem cerco à residência da família que está localizada na  casa dos fundos de um terreno onde há duas casas. O agente negociador da polícia conversa com o pai da menina através de um aparelho celular e também por gritos.

Em nenhum momento, segundo o agente Lopes, porta-voz da Polícia Militar no local, o homem mostrou o rosto. Segundo familiares, há alimentos na casa e o homem sempre foi um bom pai.

Mais conteúdo sobre:
drogasbrasíliacárcere privado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.