Homem mata esposa por engano no Rio Grande do Sul

Casal havia passado pela experiência traumática de ser amarrado e assaltado por criminosos há três anos e temia repetição do episódio

Elder Ogliari, O Estado de S. Paulo

22 de abril de 2014 | 20h27

PORTO ALEGRE - O agricultor Romeu Silveira Pacheco, de 85 anos, matou sua mulher, Maria Eulália Mendes Pacheco, de 78 anos, por engano, na madrugada desta terça-feira, 22, em Linha Eucaliptos, no interior do município de Barracão, no norte do Rio Grande do Sul. O casal havia passado pela experiência traumática de ser amarrado e assaltado por criminosos há três anos e temia a repetição do episódio.

Por volta da 1 hora, a mulher levantou para ir ao banheiro e não acendeu a lâmpada do quarto. O homem acordou quando ela caminhava de volta e, pensando que havia um ladrão dentro de casa, pegou um revólver e disparou. Ao perceber o engano, avisou os filhos e chamou assistência médica, mas Maria Eulália não resistiu. Romeu ficou em estado de choque e passou parte do dia em um hospital, em observação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.