Homem mata filho de três anos e depois se suicida com facada

José Márcio Lopes, de 27 anos, também tentou assassinar a esposa, grávida de quatro meses

Antônio Carlos Garcia, especial para o Estado,

31 de julho de 2008 | 14h37

O representante comercial José Márcio Lopes, 27 anos, matou com duas facadas - uma no peito e outra no abdômen - o próprio filho E. B., de apenas três anos de idade, tentou matar a mulher, Francisca Torres Reis Lopes, 33 anos, grávida de quatro meses, e depois se matou, com uma facada no peito. O crime aconteceu por volta das 5h30 da manhã desta quinta-feira, 31, na residência de Márcio, no município de Itabaiana, a 56 quilômetros de Aracaju. A polícia ainda não sabe os motivos do crime seguido de suicídio, pois não teve condições de ouvir Francisca que está em estado de choque.   A mulher de José Márcio, Francisca Torres levou uma facada em uma das mãos e fugiu pulando o muro da residência, refugiando-se na casa de uma vizinha. Ao perceber que não conseguiria matar a mulher, José Márcio saiu correndo nu pela rua Monsenhor Constantino, onde morava, com a faca cravada no peito, caindo alguns metros depois. Em seguida foi levado para o hospital, mas morreu duas horas depois.   O delegado da cidade, Hildemar Reis, disse que somente com o depoimento de Francisca é que poderá esclarecer os motivos do crime. Os vizinhos de José Márcio - que era natural de Cubatão, mas residia em Itabaiana há muitos anos - disseram, no entanto, que ele reclamava bastante dos problemas que vinha atravessando no trabalho e do medo que tinha de passar por dificuldades financeiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.