Homem mata filho de um ano e meio no Paraná

Com apenas 18 meses de idade, o menor William Davi de Azevedo Bezerra foi assassinado na noite de ontem por seu pai, Edmilson de Souza Rosa, de 25 anos, que estava foragido da Justiça. O crime aconteceu na casa da família, na rua Julio Mesquita, no Jardim Tropical, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. A necropsia do garoto revelou que ele morreu por esmagamento. O pai, ao tentar fugir, trocou tiros com a polícia e morreu próximo ao local do crime.A tragédia teve início na tarde de domingo, quando Edmilson foi até sua casa, onde morou com Andressa de Azevedo Bezerra e teve um filho, William. Segundo a polícia, ele desconfiava de o garoto não fosse seu e tinha uma relação violenta com ele, conforme os vizinhos. Ontem, Edmilson aproveitou que Andressa estava fora, entrou na casa e, conforme o relato da polícia, defecou e esfregou as fezes no rosto da criança. Em seguida, asfixiou a criança por esmagamento. Por causa dos gritos da criança, alguns vizinhos desconfiaram e, aproximadamente às 21 horas, ligaram para a Polícia Militar. O assassino fugiu e três horas depois foi encontrado e baleado ao trocar tiros com os policiais. Morreu a caminho do hospital. A criança, levada para o hospital Angelina Caron, chegou ao local sem vida. O superintendente da delegacia de Colombo, Valdir Bicudo, disse que foi um dos crimes mais hediondos a que presenciou. "Em 24 anos como policial, nunca havia visto esses detalhes de perversidade com uma criança. Isso foi um fato muito chocante para todos", disse. Edmilson cumpria pena em Piraquara e estava preso desde 9 de abril de 2004 por assalto a mão armada. A mãe, Andressa, deve ser chamada para prestar mais esclarecimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.