Homem mata genro na porta de casa durante discussão

O autônomo Antonio Henrique da Silva, de 55 anos, armado com um revólver calibre 38, marca Taurus, com registro, foi preso, por volta das 23h30 desta terça-feira, na cidade de Jundiaí, interior de São Paulo, após matar o genro, o servente Celso Rodrigues de Moraes, de 24 anos.A vítima, que já tinha passagem pela polícia por porte de droga, tinha se separado da filha de Antonio havia 15 dias e, desde então, vinha atormentando a vida da família da garota. Ontem, no final da noite, supostamente drogado, Celso voltou à casa da ex-mulher para tentar uma reconciliação e, como sempre fazia, acordou toda a vizinhança aos gritos.O pai da garota saiu à porta da casa armado e, durante a discussão com Celso, atirou. O filho de Antonio, o ajudante-geral Valdemar Henrique da Silva, de 32 anos, que testemunhou o crime, fugiu com a arma do pai, mas foi detido pela polícia. Após confessar o crime na Delegacia Central de Jundiaí, o autônomo foi indiciado por homicídio qualificado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.