Homem mata inquilino e duas crianças após discussão em MG

Dono queria casa alugada em Uberlândia de volta e pediu a saída da família; ele foi morto por policiais do Gate

Efe,

13 de junho de 2009 | 15h46

O dono de uma residência em Uberlândia, no oeste mineiro, invadiu o imóvel que havia alugado, assassinou três inquilinos e depois foi morto em confronto com policiais, segundo fontes oficiais. O crime ocorreu na noite de sexta-feira e foram atribuídos a divergências entre o proprietário do imóvel e os inquilinos.

 

Segundo a polícia, Otacilio Franco Diogo, de 54 anos, já tinha ido ao imóvel na quinta para exigir a saída dos inquilinos, o que causou uma discussão que terminou na delegacia. No dia seguinte, ele voltou armado e, após invadir o local, atirou em Cizenando dos Reis, de 42 anos, a quem alugou a casa, e os dois filhos dele, de 8 e 10 anos. A mulher de Reis escapou da morte ao se esconder em outra casa com seus outros quatro filhos.

 

Franco, cercado pela polícia, ameaçou atear fogo no imóvel com um galão de gasolina que havia levado até o local. Uma equipe de agentes do Grupo de Operações Táticas Especiais (Gate) da PM de Minas Gerais, após resgatar os cinco sobreviventes da família por uma janela, invadiu o local e matou Franco quando ele reagiu.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaUberlândiacrimepolíciaMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.