Homem morre após comer em churrascaria

Um homem de 53 anos morreu e um número superior a 50 pessoas passou mal após comer, na semana passada, na Churrascaria e Pizzaria do Galego, no bairro de Itapuã, orla de Salvador. O estabelecimento foi interditado no sábado por técnicos da vigilância sanitária baiana.

HELIANA FRAZÃO, O Estado de S.Paulo

03 Dezembro 2012 | 02h04

De acordo com a polícia, o pedreiro, identificado como Edson de Araújo, teria almoçado na churrascaria na última segunda-feira. Ainda conforme a polícia, logo depois teria se sentido mal e procurado atendimento médico em um hospital da cidade.

Como os sintomas permaneceram, Araújo foi atendido em outras unidades de saúde da capital. Era sempre medicado e liberado, embora continuasse mal.

Em casa, Araújo continuou a se queixar de dor no estômago, além de ter vômito e diarreia. Ele morreu na sexta-feira, no Hospital Municipal Professor Jorge Novis, no município vizinho de Lauro de Freitas. A suspeita é que tenha sido em decorrência da intoxicação alimentar.

As outras pessoas, atendidas em postos de saúde da cidade, também reclamavam de sintomas similares, entretanto, elas já foram liberadas. Todas apresentavam em comum o fato de terem feito uma refeição na mesma churrascaria.

Interdição. Anteontem, agentes da vigilância sanitária baiana estiveram no local para colher amostras dos alimentos servidos e produtos utilizados no preparo das refeições, para análise.

A expectativa é de que o laudo com os resultados seja divulgado no decorrer desta semana. O Estado não conseguiu falar com nenhum responsável da churrascaria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.