Homem morre após pular do 12º andar para fugir de incêndio em Goiânia

Mulher, que também pulou, teve ferimentos graves; outro casal teve 85% do corpo queimado

Solange Spigliatti, estadão.com.br

29 Setembro 2011 | 11h39

SÃO PAULO - Um homem de 32 anos morreu após pular do 12º andar de um prédio para escapar de um incêndio que destruía o apartamento onde estava, em Goiânia, no começo da manhã desta quinta-feira, 29. Uma mulher de 24 anos também pulou pela janela do apartamento e foi levada em estado grave para o hospital da região. Outras duas pessoas sofreram queimaduras graves.

Segundo o coronel Martiniano Gondim, do Corpo de Bombeiros, o fogo começou por volta das 5 horas da manhã no apartamento do 12º andar do prédio localizado na Avenida G, entre o Lago das Rosas e o Hospital Geral de Goiânia (HGG), no Setor Oeste. Para fugir do fogo, o casal pulou. Eduardo Augusto de Araújo Silveira morreu na hora.

Monique Dias teve a queda amenizada por um toldo usado como cobertura de uma garagem. Ela foi levada em estado grave, com fraturas múltiplas nos membros superiores e inferiores, para o Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo).

Outro casal, João de Oliveira Goulart e Katia Maria Dias, com idades entre 50 e 55 anos, que permaneceram no apartamento, tiveram queimaduras em 85% do corpo e foram encaminhados em estado grave para o pronto-socorro de Queimaduras da cidade. A Polícia Técnico-Científica está no local investigando a causa do incêndio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.