Homem morre no Rio por causa de balão

No Rio, a queda da cangalha de um balão, parte que carrega fogos de artíficio, provocou a morte de um morador de Vila Valqueire, zona oeste da cidade, na madrugada de ontem. A cangalha ficou presa no alto de um prédio e provocou um incêndio que atingiu quatro apartamentos. Hilberto da Silva Faria, de 28 anos, tentou retirar a cangalha, mas escorregou e caiu do prédio. Ele morreu no Hospital Salgado Filho, vítima de traumatismo craniano. Ainda na madrugada de ontem, na Baixada Fluminense, o Batalhão Florestal impediu um festival de balões e nove pessoas foram presas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.