Homem pede ´resgate´ para devolver aparelho roubado

O desempregado Flávio Alves Cruz, de 25 anos, está preso na cadeia de Pompéia, por tentativa de extorsão a uma médica cardiologista de Marília, cujo nome não foi divulgado pela polícia. Tudo começou no dia 27 do mês passado, quando um aparelho analisador e programador de marca-passos, avaliado em R$ 60 mil, foi furtado do hospital onde a vítima presta serviços. Dias depois do furto, a médica começou a receber telefonemas onde o interlocutor pedia R$ 20 mil para devolver o equipamento e fazia várias ameaças, dizendo conhecer a rotina da família e preparar represálias caso não fosse atendido. Avisada, a polícia passou a monitorar as ligações na tentativa de localizar o autor, que fazia as chamadas de telefones públicos. Por volta das 15 horas de terça-feira, 3, os policiais alcançaram Cruz durante um telefonema à vitima, num telefone do terminal rodoviário. Ele já havia baixado para R$ 10 mil o valor do "resgate" do aparelho, e foi preso em flagrante. O equipamento, aparentemente sem avarias, encontrava-se dentro de uma sacola e foi devolvido à vítima. Cruz disse ao delegado José Carlos Costa, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), que recebeu a peça juntamente com o cartão da médica e a orientação de que poderia ficar com "tudo o que conseguisse a mais de R$ 5 mil". A polícia investiga a sua versão e possibilidade de haverem outros envolvidos no crime.

Agencia Estado,

04 Abril 2007 | 18h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.