Homem que manteve reféns em hotel se entrega no Rio de Janeiro

Abalado com separação, rapaz marcou encontro com a ex-mulher, onde a fez de refém com funcionários

Priscila Trindade, estadão.com.br

23 Setembro 2011 | 15h56

SÃO PAULO - O homem que manteve uma mulher e funcionários em um hotel reféns na Avenida Ministro Edgard Romero, em Madureira, zona norte do Rio, se entregou à polícia por volta das 16h20 desta sexta-feira, 23. Primeiramente, a Polícia Militar havia informado de que o principal refém se tratava de um homem e de que estavam num motel. As informações foram corrigidas em seguida.

O suspeito estaria com uma granada e o local foi interditado pela Polícia Militar. O homem se entregou após 3 horas de negociação com o Batalhão de Operações Especiais (Bope). O artefato era falso. Não há informações sobre feridos.

Segundo a Polícia Militar, o homem estava emocionalmente abalado, pois não se conformava com a separação. Inconformado, ele marcou um encontro com a ex-mulher no hotel.

Ao entrar no hotel, ele fez o garçom refém e em seguida uma camareira. Um policial civil que trabalha no hotel, se aproximou e se ofereceu para ficar no lugar da mulher. A corporação foi acionada às 13 horas.

O suspeito foi levado para a 29ª DP (Madureira), onde o caso será registrado.

Texto atualizado às 17h57 para correção de informações

Mais conteúdo sobre:
homem refém hotel Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.