Homem se atira com menina de mezzanino de aeroporto

João Gonçalves Neto está sendo acusado de ter arrancado a menina Letícia Couto, de dois anos de dez meses, dos braços da mãe, Priscila, e se jogado com ela de uma altura de seis metros, nesta sexta-feira de manhã, no Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim.A menina aguardava com os pais a chegada de parentes no Terminal 2 do aeroporto, quando foi levada por Neto, de cerca de 30 anos, que havia chegado de um vôo de Portugal.O homem teria corrido com a criança e se jogado abraçado a ela de uma altura de seis metros, do mezzanino do Salão de Dsembarque. Houve um princípio de pânico no aeroporto.Ele teve apenas escoriações, e Letícia teria sofrido traumatismo craniano e fratura nos braços. Os dois foram levados para o Hospital Paulino Werneck, na Ilha do Governador. João foi liberado e está detido na Delegacia de Polícia do aeroporto.A menina foi transferida para uma clínica na Lagoa. O pai da criança teria tentado agredir Neto, mas foi contido por seguranças da Infraero. O agressor não quis falar com os repórteres. Ele pode ser acusado de tentativa de homicídio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.