Homem se rende após manter os pais reféns por 15 horas em Aracaju

Vítimas estavam com marcas de agressão; acusado foi levado sob custódia para hospital psquiátrico

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

02 de junho de 2010 | 11h29

SÃO PAULO - Um homem, de aproximadamente 35 anos, manteve os pais reféns por cerca de 15 horas, em Aracaju, Sergipe. Ele se rendeu por volta das 8h30 desta quarta-feira, 2, após negociações com a polícia.

 

Veja também:

link Comerciante faz ex-mulher e filha reféns em São Paulo

 

Por volta das 19 horas de ontem, a polícia foi acionada para controlar um homem, de prenome Cleones, que estava no telhado de um imóvel, no bairro Santos Dumont, na zona norte de Aracaju, ameaçando outras pessoas com uma arma.

 

Quando as viaturas chegaram, Cleones fugiu para dentro da casa, onde estavam os pais, com idades de mais de 70 anos. Dois familiares foram chamados para ajudar nas negociações, o tio e o irmão. Após 15 horas, ele se rendeu e liberou os reféns, que estavam com marcas de agressões. As vítimas foram atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) no local e foram liberadas.

 

Cleones foi levado sob custódia para um hospital psiquiátrico, segundo a Secretaria de Segurança Pública. De acordo com um delegado que acompanhou as negociações, o rapaz é usuário de drogas e estaria ou sob efeito das drogas ou agiu devido à abstinência.

Tudo o que sabemos sobre:
AracajuSergipereféns

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.