Homem usa rottweiller como "arma" em roubo

O zootecnista José Pedro Fontes Gunter, de 30 anos, tomou algumas latas de cerveja no Auto Posto Simus, em Sorocaba, nesta madrugada e, protegido por um cão rottweiller, decidiu ir embora sem pagar a conta. Antes de sair, ele ainda pegou mais duas cervejas. O frentista Geraldo Araújo Bezerra, de 33 anos, tentou deter o mau pagador e foi atacado pelo cão. O animal não o feriu, mas rasgou sua blusa. O cachorro investiu também contra os policiais militares chamados pelos funcionários do posto. Tanto o animal quanto seu dono, que resistiu à prisão, só foram dominados depois que a polícia utilizou gás paralisante. Bezerra estava embriagado. Ele foi autuado em flagrante pelo delegado Carlos Lourenço Pereira de Souza por roubo e resistência. O delegado considerou que ele usara o cão como arma para apossar-se das cervejas. Depois de dominado, o animal foi levado à casa de familiares de Gunter. O zootecnista ficou ferido no conflito com os policiais. Ele foi levado para uma cela do Centro de Detenção Provisória (CDP), no Bairro de Aparecidinha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.