Homem viola túmulo e golpeia cadáver em Alagoas

O desempregado José Damião da Silva, de 35 anos, violou o túmulo de Damião de Oliveira, de 38, e aplicou vários golpes de faca no corpo deste na noite da última segunda-feira. O crime aconteceu no cemitério de Batalha, no Sertão, a 176 quilômetros de Maceió. Silva foi preso na terça-feira, 8, por agentes da Delegacia Regional de Batalha. Segundo o delegado Élvio Brasil, responsável pelo inquérito policial, o desempregado - que estava em liberdade condicional por outro crime - vai responder por violação de túmulo, que prevê pena de um a três anos de reclusão. De acordo com a polícia, Oliveira teve uma discussão acirrada com Silva, que o ameaçou de morte, na última semana. Ao tomar conhecimento que o desafeto havia falecido de morte natural, no último domingo, o desempregado decidiu matá-lo de novo. Ele aguardou a família sepultar o Oliveira e cumpriu o juramento. Por volta das 21 hortas da última segunda-feira, o desempregado pulou o muro do recém-inaugurado Cemitério Municipal Danilo de Carvalho Houly e armado com uma faca abriu buracos na lápide para retirar a tampa do caixão e aplicar vários golpes no corpo de Oliveira.Na manhã de terça-feira, quando chegou para trabalhar, um funcionário do cemitério percebeu que o túmulo havia sido violado e se deparou com a cena. O coveiro ligou para a família do morto, que acionou a polícia. Com base em depoimentos de parentes de Oliveira, os agentes chegaram a Silva, que foi preso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.