Homens armados roubam escritório da Gol em aeroporto

Quatro homens armados invadiram nesta terça-feira, 2, o escritório da Gol Linhas Aéreas no terminal de passageiros do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, renderam três funcionários e levaram R$ 8.554,20 em dinheiro do cofre da empresa, além do celular de um dos empregados. O roubo aconteceu por volta das 8h30. Foi o segundo assalto a uma empresa aérea dentro de Viracopos em oito dias. No dia 25, quatro homens armados, dois deles encapuzados, também renderam três funcionários e levaram contêineres com celulares e medicamentos do terminal de cargas da TAM, por volta das 3 horas. A ação durou cerca de 40 minutos. A empresa divulgou que os produtos roubados estavam estimados em quase R$ 1,6 milhão e que tinha seguro das mercadorias. Ninguém foi preso. Segundo a Polícia Civil, os dois assaltos foram executados de modos diferentes. Os funcionários da Gol relataram que dois dos assaltantes usavam perucas, todos vestiam paletós e estavam munidos com pistolas semi-automáticas. Os empregados tiveram mãos e pés atados com fita adesiva e foram colocados sentados no chão, voltados para a parede. De acordo com o boletim de ocorrência registrado na delegacia da Polícia Civil no aeroporto, um deles foi agredido pelos assaltantes e teve ferimentos leves. Os bandidos se dirigiram ao cofre e levaram o dinheiro. Conseguiram fugir sem que ninguém suspeitasse do assalto. A ação demorou alguns minutos, conforme as testemunhas. Ninguém foi detido.A Gol divulgou nota informando que "o assalto na área de despacho operacional da companhia no Aeroporto de Campinas não prejudicou as operações e todos os vôos programados ao longo do dia" foram mantidos. Acrescentou que nenhum passageiro foi afetado, "uma vez que a ocorrência se deu nas dependências administrativas da empresa".InfraeroA Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) em Campinas também divulgou nota, na qual "lamenta o fato ocorrido" e garante manter "em Viracopos procedimentos de segurança dimensionados de acordo com a movimentação do aeroporto e características das instalações". Ainda conforme a nota, o assalto ocorreu na área de escritórios das companhias aéreas, dentro do terminal de passageiros, "cujo acesso não é restrito". Ao contrário do que consta no boletim de ocorrência, a Infraero alegou que ninguém foi ferido e "as operações em Viracopos não foram prejudicadas". A Infraero divulgou que até o final do próximo mês entrará em operação no terminal de passageiros o Sistema de Televisão de Vigilância, que permitirá o monitoramento do terminal 24 horas por dia. O sistema já opera no terminal de cargas. "Também serão efetuadas algumas alterações de caráter operacional com objetivo de coibir novas ocorrências", concluiu a nota, sem informar detalhes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.