Homens armados tentam resgatar traficante preso em SP

Doze homens armados com fuzis, pistolas e uma granada tentaram retirar um traficante do 38º DP, na Vila Amália, na zona norte de São Paulo, às 4 horas desta madrugada. Houve tiroteio, pois atrás da delegacia está a 4ª Companhia do 9º Batalhão da Polícia Militar, onde dois policiais estavam de plantão, informou a Rádio CBN.Um deles, que pediu para não ser identificado, contou que a tentativa de resgate durou cinco minutos. "Quando fomos averigüar os dois bandidos suspeitos, havia alguns elementos na nossa retaguarda. Um deles gritou ?sujou, sujou´ e começaram a atirar em nós. Houve o revide de nossa parte quando descobri que havia mais integrantes deles espalhados pelo pátio da Companhia", disse.O policial afirmou que teve sorte e "contou com a ajuda de Deus" para impedir a fuga do traficante. Ele acredita que um dos bandidos foi atingido. "Eles vieram bem estrategicamente preparados e cercaram o prédio", comentou. O chefe do tráfico da Vila Amália, conhecido como ´Tião´, um carioca, seria o alvo da quadrilha, mas os bandidos podem ter se atrasado porque ele foi transferido ontem à tarde para outra cadeia. Após realizar buscas pela região, as Polícias Civil e Militar prenderam quatro homens que não tiveram as identidades reveladas e apreenderam um fuzil, coletes da Polícia Civil e um boné da PM. Uma granada intacta foi encontrada no pátio da delegacia. Um homem suspeito de participar da quadrilha está no pronto-socorro do Hospital das Clínicas. A carceragem da delegacia tem capacidade para 60 presos, mas hoje, há 160 pessoas presas nas celas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.