Homens de moto matam advogado no Rio

O advogado Luiz Otávio Amaral, de 47 anos, foi assassinado nesta terça-feira em Niterói, no Grande Rio. Ele estava parado num sinal de trânsito, no centro da cidade, em um Siena preto, quando dois homens em uma moto se aproximaram e deram quatro tiros de pistola. Dois acertaram Amaral.O crime aconteceu às 18h50, perto de um dos campus da Universidade Estácio de Sá. Policiais da 76ª Delegacia Policial (Niterói) negaram qualquer relação entre a execução do advogado e a instituição. Nesta segunda-feira, traficantes do Morro do Turano atiraram contra o campus da Estácio de Sá, na Rua do Bispo, no Rio Comprido (zona norte), e atingiram uma estudante de 19 anos que corre o risco de ficar tetraplégica.Nesta terça-feira à noite, a secretaria estadual da Segurança Pública afastou o inspetor Alcides Campos Sodré Ferreira. Ele teria recebido, em novembro, uma fita da polícia de São Paulo com gravações de conversas telefônicas entre traficantes que planejavam um ataque à universidade. A chefia de Polícia Civil não foi informada, e Ferreira responderá a sindicância disciplinar.Veja o especial:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.