Homens são presos roubando cabos telefônicos

Dois homens foram presos em flagrante, na madrugada de quinta-feira, quando tentavam roubar 450 metros de cabos telefônicos da Telemar de um poste, em Xerém, na Baixada Fluminense. Os presos são Fabio Luiz da Silva e Claudinei da Silva Conceição, os dois com 20 anos, que estavam junto com Jorge Messias Leite, de 22 anos, e outro homem, identificado apenas como "Romário", ambos foragidos. No dia 27 de julho, a mesma quadrilha roubou 200 metros de fiação, feita de cobre, deixando vários telefones mudos.A polícia suspeita que os criminosos façam parte de uma quadrilha que atua no distrito de Saracuruna, também na Baixada. Segundo o delegado Evandro Farias, cerca de 500 telefones deixaram de funcionar com o primeiro roubo. A partir desse fato, os policiais passaram a investigar a região. Na operação de ontem, foram apreendidos 6 sacos, com 50 quilos de cobre cada um. "Eles queimam a parte plástica e ficam com o cobre, que é vendido a R$ 2,50 por quilo", disse Farias. O delegado informou ainda que o prejuízo da Telemar com o roubo foi de R$ 4.212, 00.Uma das prejudicadas com o roubo dos cabos foi a Concessionária Rio-Teresópolis (CRT), administradora da rodovia que liga a capital à cidade serrana. Os doze telefones da empresa ficaram mudos por vários dias e só nesta tarde a situação foi normalizada. "Quem queria entrar em contato com a nossa central de atendimento não conseguiu", disse Simone Botelho, da assessoria de comunicação.A Telemar informou em nota oficial que investe no Rio de Janeiro R$ 5 milhões por ano em medidas de segurança, e que o valor gasto nos últimos meses com roubo de cabos seria suficiente para instalar cerca de 4,2 mil novas linhas telefônicas. O documento dizia também que a Telemar investiu em sistemas de alarme para conter depredações e aumentou as rondas, mas que casos de roubo de cabos são encaminhados diretamente à polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.