Homicídios causaram 46% das mortes de adolescentes em 2006

Mortes naturais somaram 26% e os acidentes, 22%, aponta estudo da Secretaria Especial de Direitos Humanos

21 Julho 2009 | 12h38

Os homicídios foram responsáveis por 46% das mortes entre adolescentes registradas em 2006. As mortes naturais somaram 26% e os acidentes, 22%. As informações fazem parte do estudo divulgado nesta terça-feira, 21, pela Secretaria Especial de Direitos Humanos. Os números apontam ainda que 3% dos adolescentes mortos se suicidaram e outros 3% morreram de causas "indefinidas".

 

Veja também:

link Foz do Iguaçu lidera indíce de violência para jovens no País   

linkJovem negro tem 3 vezes mais risco de ser morto que branco

 

O estudo também indica que, entre os homens, a probabilidade de uma morte por homicídio é 12 vezes maior do que entre as mulheres.

 

Já a probabilidade de que um negro seja assassinado é duas vezes maior do que um branco, de acordo com o levantamento. A maior diferença foi constatada na cidade de Rio Verde (GO), onde a chance de um adolescente negro ser morto é 40 vezes maior.

 

Também foi calculada a probabilidade de um adolescente ser morto por uma arma de fogo. Em todo o Brasil, essa chance é três vezes maior, em comparação com outras armas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.