Horário de verão acaba à meia-noite deste sábado

A partir da meia-noite deste sábado, 25, acaba o horário de verão e os relógios devem ser atrasados em uma hora nos 11 Estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Assim, nesses locais, quando os ponteiros marcarem 24 horas no sábado, as pessoas devem trocar para 23 horas. O horário de verão é seguido nos seguintes estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Com o fim do horário de verão, o horário de Brasília vai passar de 2 horas para 3 horas atrás do horário GMT (Greenwich Mean Time) e em relação a Londres. Em relação aos EUA, o Brasil vai passar a estar 2 horas à frente de Nova York e 3 horas à frente de Chicago. Na América Latina, o horário de Brasília vai passar a ficar 3 horas à frente da Cidade do México e vai se equiparar a Buenos Aires. Para não atrapalhar quem vai viajar de avião bem no período da mudança, as companhias áreas orientam os passageiros a telefonar para as empresas e confirmar o horário do embarque. De qualquer forma, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), todos os bilhetes referentes à madrugada, manhã e tarde de domingo já foram emitidos com os novos horários. O horário de verão começou no dia 5 de novembro. Segundo o Ministério de Minas e Energia, a medida serviu para os brasileiros aproveitarem melhor a luz natural ao entardecer e reduzir o gasto de energia de 4% a 5% nos horários de pico. Trem Com o fim do horário de verão neste final de semana, os trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) funcionarão até a segunda meia-noite do sábado, 24. Os centros de controle operacionais e as demais áreas técnicas da empresa estão preparados para a alteração do horário, que irá gerar viagens extras, estendendo a circulação por mais 60 minutos. Funcionários da área de cronometria trabalharão ao longo da noite para acertar os relógios de todas as dependências da empresa. As 83 estações comerciais da CPTM funcionam diariamente das 4 horas à meia-noite. Embora as bilheterias fechem às 24 horas, o fluxo de passageiros pelo sistema geralmente segue até às 1h15 da madrugada. Metrô Os usuários do Metrô também ganharão uma hora a mais para viajar nos trens que circulam pelas linhas 1/azul (Jabaquara - Tucuruvi), 2/verde (Imigrantes - Vila Madalena), 3/vermelha (Corinthians/Itaquera - Palmeiras/Barra Funda) e 5/lilás (Capão Redondo - Largo Treze). Como os relógios serão atrasados em uma hora à meia-noite do sábado, as 54 estações metroviárias em operação permanecerão abertas para embarque por uma hora a mais. Com a mudança, a oferta de viagens será maior. Na linha 1/azul, por exemplo, em vez de 706, foram programadas 726 viagens. Já na linha 2/verde, as viagens programadas para os trens passaram de 418 para 438. Os usuários da linha 3/vermelha contarão com uma oferta de 910 viagens, 22 a mais do que tradicionalmente é programado aos sábados. Na linha 5/lilás, em vez de 316, os trens em circulação realizarão 330 viagens. No dia 25, já com o novo horário em vigor, com exceção da linha 5/Lilás, que não funciona aos domingos, a operação comercial nas demais linhas metroviárias será reiniciada no horário habitual, às 4h40.

Agencia Estado,

23 Fevereiro 2007 | 18h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.