Hortolândia entra em estado de alerta por causa das chuvas

A cidade de Hortolândia, na região de Campinas - 100 quilômetros de São Paulo, entrou em estado de alerta neste sábado em conseqüência das chuvas. O alerta é determinado quando os técnicos da Defesa Civil observam que há risco iminente de desastres provocados pelas águas, como desabamentos ou queda de barreiras. Na região controlada pela regional da Defesa Civil de Campinas foram demolidas 12 residências na última semana. Outras 20 estão interditadas. As pessoas estão alojadas em igrejas, entidades assistenciais ou casa de parentes.Na região, composta por 90 cidades, 16 sofrem com as águas deste janeiro, principalmente as localizadas na divisa de São Paulo com Minas Gerais. Além de Hortolândia, também está em estado de alerta Jundiaí. As demais cidades seguem sobre "atenção", definido quando o índice de chuva ultrapassa 80 milímetros em até três dias.Em Jundiaí, uma criança de seis anos morreu soterrada. Outra vítima deste desabamento, um bebê de seis meses, segue internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital universitário local.Segundo o coordenador regional da Defesa Civil de Campinas, Sidney Furtado, um dos últimos problemas registrados pelas chuvas na região foi o transbordamento, neste sábado, do rio que corta Capivari. As águas invadiram ruas e casas. Não há feridos mas nove famílias foram removidas e estão desalojadas. "Nosso maior problema agora é conseguir convencer a família quando a casa tem que ser demolida", disse o diretor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.