Humberto Costa assume responsabilidade por derrota

Em coletiva nesta terça-feira, na sede do PCdoB, no bairro da Boa Vista, em Recife, Humberto Costa (PT) assumiu sozinho a responsabilidade pela derrota na disputa do Governo de Pernambuco e declarou apoio candidatura ao ex-ministro Eduardo Campos (PSB) que disputa o segundo turno com Mendonça Filho (PFL). Humberto Costa e Eduardo Campos anunciaram apoio ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e estarão juntos na próxima sexta-feira na campanha de reeleição do presidente, nas cidades de Juazeiro e Petrolina da Bahia.Eduardo repetiu que vão lutar para que Lula consiga a "medalha de ouro" em Pernambuco. "Isso significa que Pernambuco dê ao presidente a maior votação do País", afirmou. No primeiro turno, 70% dos pernambucanos votaram no presidente.Os ataques entre os dois candidatos que disputam o Governo do Estado teve início de forma dura. Mendonça Filho (PFL) desafiou Eduardo Campos (PSB), em entrevista. Disse que vai mostrar o que ele fez em 1998, quando era secretário de fazenda "todo poderoso" do então governo Arraes e fez uma fraude para conseguir recursos dos precatórios, sem que se saiba onde esses recursos foram investidos.Eduardo rebateu dizendo que o governador está desesperado. "Ele não tem equilíbrio e ataca a memória e a biografia do ex-governador Miguel Arraes, sem que ele possa se defender". Campos disse também que depois vai divulgar para a imprensa, o que Arraes, ainda vivo, falou sobre o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.