Ia para a África do Sul. Com dois tubos de cocaína no intestino

Na tentativa de viajar para Johanesburgo, na África do Sul, o traficante Luís Roberto Maxwel Penna, de 32 anos, mineiro de Uberaba, foi preso por policiais federais no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos. Ele portava 2,150 kg de cocaína, parte acondicionada em dois tubos de seis centímetros por três de diâmetro, que ele introduziu pelo ânus. Levado à sede da PF, na Lapa, foi autuado em flagrante por tráfico internacional.Os agentes da PF suspeitaram de Luís Roberto pelo nervosismo e resolveram revistá-lo. A bagagem despachada durante o check-in foi localizada e, no fundo falso de uma mala, foi encontrada parte da cocaína que ele pretendia embarcar naquele vôo da South Africa Airlines. Sua postura incômoda fez com que se apurasse a revista e o submetessem ao exame de raio X. Foi desta forma que localizaram os dois tubos introduzidos no reto, escondidos no intestino grosso do traficante.

Agencia Estado,

21 de maio de 2004 | 01h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.