Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

IBGE vai incluir perguntas sobre violência em pesquisa

Questões a serem incluídas na Pnad Contínua a partir de 2019 ainda não estão definidas

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

28 Agosto 2018 | 19h03

RIO - A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), vai incluir perguntas sobre violência a partir de 2019, afirmou o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, nesta terça-feira, 28. As perguntas ainda não estão definidas, segundo o ministro, mas darão a base para uma pesquisa específica sobre violência, que deve ser realizada a cada dois anos, a princípio a partir de 2020. 

O Ministério da Segurança Pública planeja destinar recursos ao IBGE para bancar tanto o acréscimo na Pnad como a pesquisa específica, mas ainda não existem orçamentos - nem o IBGE prevê quanto custarão nem o ministro Jungmann sabe de quanto dinheiro poderá dispor.

“O Estado brasileiro nunca produziu informações sobre segurança pública. O governo federal compila dados, mas eles não eram uniformes nem os Estados tinham obrigação de fornecer (os dados). Agora, com a criação do Sistema Único de Segurança Pública (Susp), que será implantado em setembro, os Estados terão a obrigação de fornecer, para receber verba federal. Mas normalmente são dados baseados em boletins de ocorrência, dados de quem registra os casos na polícia. Precisamos ir até as pessoas para colher os dados, não esperá-las chegar à delegacia”, afirmou Jungmann, que se reuniu nesta terça com o presidente do IBGE, Roberto Olinto. 

A título de exemplo, Jungmann citou três questões e um tema: qual a sensação de segurança do entrevistado; se a pessoa foi vítima de roubo; se a pessoa já foi agredida; e perguntas sobre feminicídio.

O presidente do IBGE, no entanto, ressaltou que as perguntas a serem incluídas na Pnad Contínua a partir de 2019 ainda não estão definidas nem se sabe quantas serão. Por isso, não há ideia sobre o custo dessa inclusão, nem sobre a pesquisa de vitimização. Uma pesquisa anterior sobre vitimização foi realizada pelo IBGE em 2009.

A Pnad Continua é uma pesquisa mensal feita pelo IBGE em uma amostra de domicílios com perguntas cujo tema central é o mercado de trabalho.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.