Identificadas as vítimas da queda do helicóptero no interior

Foram identificados há pouco os nomes do instrutor e aluno que morreram em uma queda de helicóptero por volta das 16h desta quarta-feira em uma região serrana entre os municípiosde Itirapina e Ipeúna, a 160 quilômetros da capital paulista. Os corpos do instrutor Alex Grundel, de 32 anos, e do aluno, André Édson de Souza Clemente, passaram por uma necropsia no final da noite no Instituto Médico Legal (IML) localizado no Cemitério Municipal da cidade de Rio Claro. Aluno e instrutor morreram na queda do helicóptero prefixo PT - YVE, da Edra Aeronaútica Escola de Aviação. Equipe de peritos de Rio Claro, Ipeúna e Itirapina foram para o local do acidente, de difícil acesso. As causas daqueda da aeronave ainda não foram divulgadas. A Edra Aeronáutica - que possui dois helicentros, um em Ipeúna (interior) e outro em Carapicuíba, na Grande São Paulo - não quis fornecer dado algum à imprensa. O caso será registrado na Delegacia de Itirapina.Segundo a polícia, como o aluno era tenente da Polícia Militar em Brasília, o velório e enterro ocorrerão mesmo na capital federal. O corpo deAlex será encaminhado ao Cemitério da Vila Alpina, zona Leste da cidade de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.