Identificado um dos três corpos retirados de poço em Guarulhos

Foi identificado, na noite desta quarta-feira, umdos três corpos já encontrados pela polícia em um poço desativado nos fundos de uma casa da Rua Dez, no Sítio São Francisco, área invadida na região do bairro dos Pimentas, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Os assassinatos estão sendo investigados com o comando do delegado CristianoAngel, da Delegacia de Homicídios de Guarulhos desde que o primeiro corpo, há 15 dias, foi encontrado no poço por policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota).A hipótese de que o poço esteja sendo utilizado como desova de corpos ainda não foi descartada pela polícia. O metalúrgico Antônio Irineu dos Santos, de 37 anos, que era dono de um bar, foi a primeira vítima a ser identificada. Ele estavadesaparecido desde o dia 19 de dezembro do ano passado, quando foi registrado um boletim de desaparecimento.Alguns documentos ainda estavam junto ao corpo de Irineu quando ele foi retirado do poço, no última dia 2. A esposa de Irineu, Maria Sioneide Tavares Santos, de 36 anos, reconheceu o corpo do marido no Instituto Médico Legal (IML) de Guarulhos.A polícia mantém sob sigilo a existência de um suspeito pelos crimes. A informação que se tem sobre o suposto autor de pelo menos um dos assassinatos é de ele tenha 27 anos e que éconhecido como "Bambino". Ele seria responsável por uma quadrilha que cometeu vários homicídios na região. Segundo o delegado do 4º Distrito Policial de Guarulhos, Wellington NewtonMarinho de Moura, no imóvel onde existe o poço a polícia encontrou também carcaças e placas de veículos roubados.

Agencia Estado,

04 de março de 2004 | 06h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.